quarta-feira, 25 de junho de 2008

Polícia Civil elucida bárbaro assassinato no bairro Osvaldo

A Polícia Civil de Uberlândia indiciou o auxiliar de serviços gerais Willian Leônidas do Amaral, 28 anos, por homicídio. O homem é acusado da morte de Marcos Rodrigues Paniago, ocorrida no dia 29 de janeiro deste ano, na rua Victor Melazzo, 66, no bairro Osvaldo Rezende. Willian do Amaral está preso no presídio Jacy de Assis.

O indiciamento foi feito pelo delegado Luciano Alves dos Santos, com base nas investigações, depoimentos de testemunhas e provas.

Durante as diligências, 14 pessoas foram ouvidas em Cartório. “A maioria apontou Willian como autor do crime, um crime bárbaro”, salientou o delegado. O inquérito será remetido ao Fórum.
O chefe da Delegacia de Homicídios, Rogério Martinez, que também participou da investigação, informou que o assassinato ocorreu durante um desentendimento entre autor e vítima, que eram amigos, e discutiram por causa de drogas. “Eles moravam juntos, na mesma casa, e ao se desentenderem ocorreu o assassinato”.

“No desentendimento, Leônidas agrediu Marcos Paniago com chutes na sua cabeça até matá-lo. Ele também teria forçado o rapaz a ingerir substância química e não satisfeito muniu-se de uma tesoura e arrancou o olho esquerdo da vítima”, informou o delegado. Willian, conforme ele, tem registros por homicídio e corrupção de menores.

Equipe: Delegados Rogério Martinez e Luciano Alves dos Santos.
Agentes: Luiz Carlos de Oliveira, Leonardo Fernandes de Oliveira Pinto, Luiz Carlos da Silva e Glauber Silva de Souza. Escrivães: Ana Paula Silva Souza e Gustavo Koga.

Informações: Dr. Rogério Martinez – Fone (34)- 3228-4328

25/06/08
Imprensa_16a.DRPC
Pedro Popó
imprensa.uberlandia@pc.mg.gov.br

Farol Comunitário TV Web