domingo, 22 de junho de 2008

Tratamento de efluente e reúso de água

SISTEMA DE TRATAMENTO DE EFLUENTE E REÚSO DE ÁGUA INCENTIVA A SUSTENTABILIDADE

Desde a realização da ECO-92, no Rio de Janeiro, a sociedade organizada vem se mobilizando em torno do tema “sustentabilidade”. A cada dia é possível observar que a conscientização sobre a importância de ser ecologicamente correto, economicamente viável, culturalmente aceito e socialmente justo é cada vez maior.

Esses conceitos, que compõem a sustentabilidade, vão sendo incorporados por grupos cada vez mais diversos e em maior número no Brasil, por conta de diversos programas sócio-ambientais e projetos de alerta e informações de empresas e organizações não governamentais (ONGs), no intuito de mostrar a importância da preservação do planeta.

A Alpina desenvolveu um sistema de tratamento de efluentes biodegradáveis que propicia o reúso de água e traz o tema sustentabilidade ao convívio das pessoas. " A Alpina disponibiliza um equipamento de alta tecnologia e qualidade, acessível economicamente e principalmente que visa o retorno financeiro do investimento após um período em uso" comenta a coordenadora comercial Sonia Ticianelli.

O equipamento foi desenvolvido para várias aplicações, capaz de atender residências, condomínios, empresas, canteiros de obras, indústrias, etc.

O DBR ( Sistema de Tratamento Biológico Aeróbio por Discos Biológicos Rotativos) Alpina é o equipamento mais adequado do mercado para sanar as deficiências de locais sem sistema público de tratamento de esgotos. “Todos os equipamentos da Alpina são desenvolvidos pensando na preservação de água, energia e meio ambiente, que é o seu core-business" afirma o diretor executivo da Alpina Ambiental Marco Formícola.

Os discos biológicos rotativos, existentes no interior dos equipamentos funcionam como suporte para o crescimento natural, espontâneo e controlado de microorganismos que são responsáveis pelo tratamento de esgoto. O equipamento funciona sem a necessidade de ajustes ou regulagens após a sua instalação.

“Ao contrário de outros sistemas, os DBRs não têm necessidade da adição de produtos para seu funcionamento”, comenta o coordenador de saneamento João Carlos Rosa. Além de tratar o efluente, o DBR permite o reuso da água seja em descargas de vasos sanitários, irrigação, lavagem de máquinas e equipamentos, entre outros.

Tipos e aplicações do DBR:

DBR COMPAC
O DBR Compac é utilizado para locais que já possuem fossa séptica, mas que necessitam baixar o consumo de água através de reúso de efluentes e ainda diminuir o número de chamadas de caminhões limpa-fossa. Este equipamento foi projetado para atender de cinco a 15 pessoas. O DBR Compac é produzido com materiais incorrosíveis, com operação inaudível e inodora.

DBR MAXI
Já em locais onde a execução de escavações é tecnicamente inviável ou que apresente um custo alto, como em praias e regiões com formações rochosas, a Alpina indica o DBR Maxi. Ele permite o tratamento de efluentes de até 15 pessoas. O DBR Maxi também é feito totalmente de materiais incorrosíveis e funciona de forma praticamente inaudível e inodora. O efluente gerado neste equipamento está totalmente de acordo com as exigências legais. O lodo gerado pode ser desidratado dentro da própria unidade e, depois de seco, descartado junto com o lixo domiciliar, dispensando chamadas de caminhão limpa-fossa.

Família DBR 100 a 3000
São equipamentos modulares instalados em reatores de fibra de vidro ou concreto, com capacidade para atender até municípios inteiros. Atende a legislação vigente ou possibilita o reúso.

DBR AEROX
O DBR Aerox foi desenvolvido para tratar águas cinzas com qualidade final de reúso , tendo como diferencial a possibilidade de instalá-lo em subsolos. Seu princípio de funcionamento é o mesmo dos demais sistemas.

DBR MOBIL
A Alpina Ambiental desenvolveu um sitema de banheiros ecológicos para locais sem infra-estrutura como eventos ou canteiros de obras. O esgoto é tratado localmente e reutilizado nas descargas das bacias sanitárias. Foi projetado priorizando o conforto, a higiene e a segurança do usuário.

DFpress Comunicação Corporativa
Juliana Destro Facuri

Farol Comunitário TV Web