quarta-feira, 2 de julho de 2008

Homeopatas de todo o Brasil discutem distúrbios do sono em idosos

Reconhecida como especialidade médica pelo Conselho Federal de Medicina desde 1980, a homeopatia realiza seu XXIX Congresso Brasileiro de 17 e 21 de setembro, em São Paulo. Os benefícios à população, a eficácia dos tratamentos e as vantagens dos remédios naturais merecerão destaque, assim como outras questões importantes, como os distúrbios do sono em idosos.


Essencial não só para reparar as energias do organismo e a restauração do bem-estar físico, o sono é essencial para alguns processos neurológicos, como o armazenamento de conhecimentos adquiridos. Além de ser durante este período que o sistema imunológico se refaz, a capacidade de cicatrização aumenta, há a reposição de células da pele e a produção do hormônio do crescimento em crianças.

Durante a palestra, o Dr. Rubens Dolce Filho, médico especialista em Clínica Médica e Homeopatia, abordará questões de suma relevância, como os benefícios do bom sono, a classificação e especificação dos distúrbios do sono, seus diagnósticos e tratamentos. O especialista dará dicas de como tratar pacientes da terceira idade com alterações clínicas e de como evitar alguns problemas por intermédio da mudança de hábitos, do meio ambiente e de fatores psicossociais, que ocasionam a maturação do sistema nervoso central influenciando a determinação dos padrões de sono.


As dificuldades em conciliar o sono no idoso, causadas por perfil funcional diferente do adulto jovem, ou seja, sono entrecortado e superficial, com sonolência e cochilos diurnos acarretam a sensação subjetiva de noite mal dormida. Além disto, em estudos populacionais, mais de 65% das pessoas acima de 60 anos apresenta algum distúrbio de sono. Os distúrbios de sono estão fortemente associados com a idade avançada e com o sexo feminino. Outros fatores associados são o mal estado de saúde, história de tabagismo, estado depressivo, doenças físicas, eventos da vida e queixas somáticas. Em termos de gravidade, a insônia afeta mais gravemente os aspectos psíquicos e sociais da vida, entretanto, pessoas da terceira idade tendem a sofrer mais acidentes quando portadoras destes distúrbios, especialmente quando tomam tranqüilizantes ou hipnóticos para dormir.

“Independentemente do caso que acometa o paciente idoso, o tratamento é difícil. As queixas costumam vir de longa data, há situações em que o indivíduo só procura auxílio médico após mais de dez anos dormindo mal. A melhora é gradual, os resultados sempre demoram a aparecer, seja com o tratamento tradicional ou com o homeopático. Este tipo de paciente é muito delicado e exige atenção e cuidados especiais do corpo médico”, pondera o Dr. Rubens Dolce Filho.

Informações e inscrições
Matriz de Eventos
Fone/Fax: 11 3051-6121
homeopatia@matrizdeeventos.com.br
www.aph.org.br/cbh2008


Assessoria de Imprensa

Acontece Comunicação e Notícias
Heloísa Gonçalves ou Chico Damaso

www.acontecenoticias.com.br

Farol Comunitário TV Web