terça-feira, 15 de julho de 2008

Universia dá dicas para acertar no plano de negócios do Prêmio Santander de Empreendedorismo

· Portal aponta as características que fazema diferença na primeira etapa da premiação
· Novidade nessa edição, curso on-line de empreendedorismo capacita candidatos a elaborar um projeto qualificado
São Paulo, 14 de julho de 2008 — Receber uma importante premiação, como é o caso do Prêmio Santander de Empreendedorismo não é fácil. Boas idéias precisam ser elaboradas e transformadas em um plano de negócios qualificado. Para auxiliar os candidatos, o Universia conversou com membros da comissão julgadora do Prêmio para saber deles o que fazer nessa etapa decisiva para o sucesso de um projeto.
No conteúdo do Portal, os especialistas apontam qual caminho seguir para obter um plano de negócios consistente. Clareza, boa estruturação, linguagem empresarial e coerência com o mercado são fundamentais a um projeto bem-sucedido. Por outro lado, falta de pesquisa e subjetividade podem desqualificar o trabalho.
Para essa quarta edição do Prêmio Santander de Empreendedorismo, a Fundação Dom Cabral elaborou um curso on-line gratuito de empreendedorismo, para orientar os inscritos na elaboração do plano de negócios
No endereço www.universia.com.br/materia/materia.jsp?materia=16248, é possível conferir o conteúdo completo com todas as dicas dos especialistas. Inscrições vão até o dia 22 de agosto. Sobre os PrêmiosRealizados pelo Santander Universidades, com o desenvolvimento e a gestão do Universia Brasil, os prêmios visam estimular a atitude empreendedora e a pesquisa científica no meio acadêmico, revelando novos talentos que irão beneficiar a sociedade brasileira com a implementação de seus projetos empreendedores e de suas pesquisas científicas.
Para o Prêmio de Empreendedorismo, poderão se inscrever estudantes de graduação e/ou pós-graduação e, no de Ciência e Inovação, pesquisadores-doutores, ambos participando tanto individualmente como em equipe, de Instituições de Ensino Superior parceiras do Universia e/ou do Santander Universidades. Os vencedores de cada categoria, de ambos os prêmios, receberão R$ 50 mil para viabilização do projeto, totalizando R$ 350 mil em premiações.
A quarta edição traz três novidades. Este ano, os inscritos no Prêmio de Empreendedorismo terão acesso a um curso on-line gratuito de empreendedorismo, desenvolvido pela Fundação Dom Cabral (FDC).
Outra mudança é que, diferente do ano passado, os finalistas serão revelados, durante as cerimônias regionais. Outra novidade é que a cerimônia final, realizada em São Paulo, será durante a semana global de empreendedorismo.
Os Prêmios Santander de Empreendedorismo e de Ciência e Inovação estão com inscrições abertas até o dia 22 de agosto, que poderão ser realizadas no portal Universia, no endereço: www.universia.com.br/premiosantander.
Prêmio Santander de Empreendedorismo
O Prêmio Santander de Empreendedorismo é destinado a graduandos e pós-graduandos que desenvolverem o melhor plano de negócios, com prêmios de R$ 50 mil para o vencedor de cada uma das quatro categorias: Indústria, Tecnologia da Informação e Comunicação, Biotecnologia, e Cultura e Educação.
Todos os planos que concorrerem ao Prêmio Empreendedorismo serão avaliados pelos objetivos gerais e específicos, viabilidade financeira e de infra-estrutura, valor criado para organização brasileira, indicadores dos resultados esperados (quantitativos e qualitativos), caráter inovador, potencial para a geração de riqueza, e análise de impactos social e ambiental.
A seleção e validação dos projetos estão sob a responsabilidade do professor e consultor Fernando Dolabela e do professor Afonso Cozzi, do Núcleo de Empreendedorismo da Fundação Dom Cabral.
Prêmio Santander de Ciência e Inovação
O Prêmio de Ciência e Inovação, dividido em três categorias - Indústria, Tecnologia da Informação e Comunicação, e Biotecnologia -, premia pesquisadores-doutores que produzirem as melhores pesquisas científicas de caráter inovador. O vencedor de cada categoria receberá R$ 50 mil.
Para a definição dos projetos finalistas do Prêmio Ciência e Inovação serão considerados os objetivos gerais e específicos, viabilidade financeira e de infra-estrutura, valor criado para organização brasileira, indicadores dos resultados esperados (quantitativos e qualitativos), caráter inovador, potencial para a geração de riqueza, e análise de impactos social e ambiental.
A avaliação e o julgamento dos projetos serão realizados por uma comissão de pesquisadores vinculados a instituições científicas, sob a coordenação do professor e pesquisador Adolpho Melfi, Vice-presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC).
Universia Brasil
Assessoria de Imprensa
Joice Lima
Raquel Matrone
www.universia.com.br
Santander Superintendência de Comunicação Corporativa

Farol Comunitário TV Web