sexta-feira, 1 de agosto de 2008

Triângulo Music vai movimentar economia da cidade

A expectativa é que o festival gere 2.500 empregos temporários

É fato que Uberlândia é o centro de uma rica economia e, com a chegada do Triângulo Music, festival que já faz parte do calendário oficial de eventos turísticos da cidade e região, essa economia é aquecida. Não só a de Uberlândia, mas de toda a região, gerando cerca de 3.500 empregos temporários, sendo 1.500 diretos e 1.000 indiretos.

Seguranças, carregadores, produtores, garçons, manobristas e outros profissionais foram contratados para transformar o Parque do Sabiá em um grande parque temático de entretenimento nos dias 8 e 9 de agosto.

Além disso, empresas do setor de turismo como hotéis, transporte aéreo e rodoviário, bares e restaurantes entre outros também serão alavancados durante o evento, que espera mais de 60 mil pessoas neste ano, trazendo grandes nomes da música nacional: NxZero, Sideral, Jota Quest, Jammil e Uma Noites, Maria Fumaça, Titãs, Paralamas do Sucesso, Charlie Brown Jr, Eva e Rm16.

Para Flávio Souza, coordenador geral da Camarote Marketing, uma das realizadoras do festival, o Triângulo Music não oferece apenas diversão, cultura e lazer. “Mais do que isso, o evento rende para a cidade uma gama de bons negócios”, afirma Flávio.

Segundo Marise Carrijo, superintendente do Convention & Visitors Bureau, é um dos objetivos da Fundação Uberlândia Turismo e Eventos apoiar a consolidação do Triângulo Music, com o intuito de ativar a cadeia produtiva local e estimular o turismo de entretenimento e lazer em Uberlândia e região.

“Ter um evento dessa magnitude no calendário de eventos é de grande importância para o crescimento e consolidação da Fundação e do Circuito Turístico do Triângulo Mineiro, que nasceu com o objetivo de fomentar o turismo na região, e o evento já mostrou através de pesquisas que é um forte atrativo de turistas para Uberlândia”, afirma Marise.

Números do Triângulo Music
No Triângulo Music de 2005, foram 1.616 chamadas de táxi somente durante os dois dias de festival. No evento de 2006, esse número aumentou para 2.561 e, no ano passado, chegou a 3.329. Em relação à ocupação hoteleira, em 2005, 61% das vagas foram ocupadas. No Triângulo Music de 2006, esse número cresceu 19%, chegando a 80% de ocupação. No festival no ano passado, 95% das vagas de todos os hotéis de Uberlândia foram ocupadas, o que demonstra o quanto o evento tem movimentado a economia local, a cada ano um pouco mais.

Kaísa Martins
Assessoria de Imprensa Triângulo Music 2008
Serifa Comunicação Integrada
www.blogdaserifa.zip.net

Farol Comunitário TV Web